Tecnologia em condomínios – como equilibrar as contas e os investimentos necessários

tecnologia em condomínios

Tecnologia em condomínios: será que essa é uma pauta urgente para seu condomínio? Se for, você pode estar preocupado em como conseguir dinheiro para os investimentos necessários. Não se preocupe, falaremos sobre isso agora.

O momento que estamos vivendo é um divisor de águas, assim como a internet mudou o mundo, assim também o mundo digital está mudando a forma de viver e de fazer negócios.

O artigo do Yahoo Finanças publicou uma pesquisa realizada pela Toluna, plataforma de pesquisas patrocinadas, apontou as seguintes informações sobre o mundo virtual: 

  • Entre os pesquisados, 33% afirmaram que irão, com certeza, entrar no metaverso;
  • Pessoas mostram interesse em compras, jogos e eventos virtuais, como shows;

Os principais motivos para acessar o mundo virtual, de acordo com a pesquisa da Toluna, são:  para jogar videogames e jogos virtuais (53%), fazer compras (28%), participar de eventos virtuais, como shows e palestras (38%), viajar (40%) e realizar consultas médicas.

Introdução.

O que esses dados nos mostram? O mundo digital veio para ficar, as empresas já estão investindo nesse universo criando atrações nos metaversos atuais. Marcas de moda estão criando itens virtuais que podem ser usados pelos avatares das pessoas.

Como isso afeta os condomínios? As pessoas estão se acostumando com a facilidade tecnológica, elas buscam por isso com sede de novidades. Portanto, a tendência é que as pessoas procurem lugares para morar que possibilitem aproveitar toda a comodidade que a tecnologia pode oferecer.

Dessa forma, os condomínios que não tiverem estrutura tecnológica necessária serão desvalorizados por não atenderem as necessidades de seus moradores.

Percebe urgência de investir em tecnologia em condomínios? Mas talvez você pergunte: os custos desse investimento são altos, como conseguir dinheiro para isso?  

Preparamos esse artigo para te ajudar a equilibrar as contas e fazer os investimentos necessários de tecnologia em condomínios.

 

Qual a necessidade de investimento de tecnologia em condomínios?

Por que investir em tecnologia em condomínios? Considere o perfil das pessoas que moram em condomínio, por exemplo, a Geração Z, as pessoas que nasceram na década de 1990.

São jovens, em torno de 30 anos, com uma íntima relação com a tecnologia e o meio digital. Visto que nasceram no momento extensão tecnológica proporcionada pela internet, desenvolveram hábitos e estilos de vidas diferentes das gerações anteriores. 

Os condomínios (principalmente de alto padrão) precisam estar prontos para atender as necessidades desse público e as mudanças que estão por vir. Dessa forma, é necessário se modernizar para garantir comodidade, segurança e valorização dos imóveis.

Investir em tecnologia em condomínios pode atrair um público com melhor poder aquisitivo de compra e aluguel.

Outro ponto, é que a tecnologia torna a administração do condomínio mais eficiente e econômica.  Além disso, ajuda a melhorar a qualidade de vida das pessoas e a segurança dos condomínios.

 

O que há de novo no mercado sobre tecnologia em condomínios

Para te atualizar sobre o que há de novo em tecnologia em condomínio vamos considerar agora alguns itens que vão modernizar o condomínio:

 

  • Áreas de coworking com internet de alta velocidade 

Coworking é um espaço de trabalho compartilhado com outras pessoas, com a possibilidade de alugar uma estação de trabalho com custo mais atrativo.

A vantagem é não perder tempo com deslocamento. Além disso, é uma opção interessante para quem tem dificuldade de se adaptar ao trabalho Home Office e manter a produtividade em meio às distrações da rotina.

 

  • Tecnologia na segurança, iluminação, etc

  1. identificação por biometria – oferece segurança e praticidade aos acessos;
  2. aplicativos para celular – facilita acesso de visitantes ou moradores, através de QR Code, chaveiro de proximidade e totem para acesso dos veículos.  Além disso, permite acompanhar recebimento de mercadoria e fazer reserva de espaços compartilhados entre outras coisas;
  3. internet das coisas – pode ser usado para o controle de iluminação inteligente, controle de entrada, irrigação automática. Permite acionar os componentes eletrônicos de forma remota através de um aplicativo;
  4. tecnologias sustentáveis tais como geração de energia com painéis solares, coleta seletiva de lixo e tratamento adequado dos resíduos e reaproveitamento dos recursos hídricos, como água da chuva;
  5. segurança do condomínio –  a portaria virtual substitui o porteiro por uma equipe localizada numa central remota. Registra as entradas e saídas dos visitantes através de câmeras de alta definição traz mais segurança e economia;
  6. administração dos condomíniosferramentas que facilitam a comunicação e a gestão eficiente.

 

  • Condomínio no metaverso 

Como já mencionamos no início, o metaverso é uma realidade e os condomínios já estão se preparando para entrar no mundo digital. 

Um artigo no portal Sindiconet, noticiou que já existem condomínios sendo construídos no Brasil com NFTs para o metaverso. A novidade interessou a muitos e já está com 60% das suas unidades reservadas.

Considerando que tantas pessoas estão decididas a entrar no metaverso, os condomínios devem se adaptar a essa nova realidade.

Certamente, a pergunta que surge agora é: como conseguir dinheiro para arcar com os custos do investimento de tecnologia em condomínios?

 

Como equilibrar as contas com o investimento? 

 

> Planejamento

O primeiro passo para investir em tecnologia em condomínios é fazer um bom planejamento. As mudanças tecnológicas podem ser implantadas gradualmente. 

Para começar, dê preferência à implantação de ferramentas que ajudam a reduzir custos. Crie uma lista de prioridades, faça uma previsão orçamentária e um cronograma;

 

> Busca de recursos extras

Procure formas de obter receitas extras. Uma opção para gerar recursos é alugar áreas do condomínio para empresas de telefonia e TV.

A chegada do 5G é um grande salto tecnológico, contudo, para ser implantado é necessário a instalação de novas antenas. Serão necessários em torno de 5 a 10 vezes do número atual. As antenas são pequenas e poderão ser instaladas nos topos dos edifícios. 

Sendo assim, abre uma demanda de locação de espaços para instalação das antenas. Dessa forma, o condomínio já pode se preparar para disponibilizar esses espaços as empresas de telefonia e gerar renda extra;

 

> Uso do fundo de reserva aprovado em assembleia

Uma opção para iniciar os investimentos de tecnologia em condomínio é utilizar o fundo de reserva.

Apresente o planejamento e, em assembleia, peça autorização para usar o fundo para investir na tecnologia em condomínio. Solicite também autorização para usar os recursos extras e o que foi economizado para novos investimentos.

 

> Tenha uma auditoria preventiva durante o processo

Durante o processo de implantação de tecnologia em condomínios é importante ter uma auditoria preventiva, visto que o investimento inicial é alto, certamente o condomínio deseja manter a transparência durante o processo de implantação.

A auditoria preventiva garante a segurança das contas e um olhar atento em pontos de melhoria no processo de prestação de contas.

A MB7 Auditoria pode oferecer um serviço de auditorias preventivas que traz transparência e segurança nas contas do condomínio. Os condôminos podem aprovar as contas com a segurança da boa gestão condominial.

Entre em contato conosco e descubra como a auditoria preventiva vai ajudar o seu condomínio a equilibrar as contas ao investir em tecnologia em condomínios.

Publicações Relacionadas

associação residencial
Os mais lidos de 2020 Listamos aqui os posts mais lidos de 2020! Conta pool para condomínios, o que é? Repense o fundo de reserva...
prestação de contas do condomínio
4 dicas para fazer uma boa prestação de contas do condomínio Dicas valiosas para tornar a prestação de contas do condomínio transparente entre síndico e condôminos Somente na cidade de São...
síndico
Qual é, afinal, o papel do Síndico? Percebo que muitos moradores não tem clareza sobre o papel do síndico e, também, não é incomum o próprio não...

Quer receber todas as novidades da MB7?

Assine nossa news e receba diretamente no seu email.




    Deixar um Comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.