Em novembro, custos condominiais ficaram acima do IGP-M

Segundo estudo do Secovi-SP, a variação acumulada em 12 meses foi de 2,70%

Segundo apurado pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), em novembro, o Índice dos Custos Condominiais (Icon) registrou um aumento de 1,04% na Região Metropolitana de São Paulo. A variação acumulada em 12 meses (dezembro de 2016 a novembro de 2017) foi de 2,70%, percentual superior ao IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), medido pela Fundação Getúlio Vargas, que foi de -0,86% no mesmo período.

O item Tarifas registrou alta de 5,70% no mês e de 6,78% no acumulado dos últimos 12 meses. Já o item Manutenção e Equipamentos apresentou variação de 0,52% no mês e de -0,88% no acumulado. As despesas com Conservação e Limpeza tiveram pequena alta de 0,19% e de variação de -1,72% no acumulado. O grupo formado por itens Diversos subiu 0,52% e variação de -0,88% no acumulado. As despesas com Pessoal e Encargos mantiveram estabilidade, totalizando 2,84% no acumulado do referido período.

Para Hubert Gebara, vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, o Icon serve de referência para síndicos e administradoras avaliarem as variações dos gastos de seus condomínios. “Ao comparar seus índices com o Icon, é possível dimensionar se seus gastos, principalmente, nos itens que mais oneram, tais como: mão de obra, encargos, água e luz, estão dentro, abaixo ou acima da média, e adotar medidas corretivas, caso seja necessário”, comenta Gebara, reforçando que o índice não deve ser usado para reajustar a taxa condominial.

Fonte: http://www.secovi.com.br/

Publicações Relacionadas

A importância, cada vez maior, da Auditoria na Gestão de Condomínios Auditoria não é sinônimo de desconfiança, pelo menos não deveria ser. Mas em se tratando da Governança de Condomínios, quando...
eSocial prorroga início da segunda fase de implantação para as empresas com faturamento de até R$78 milhões Primeira fase, que terminaria em agosto, será estendida até setembro. Segunda fase iniciará em 10 de outubro. Após ouvir as...
Ações judiciais por falta de pagamento de condomínio registram alta de 162% em 2017 Levantamento do Secovi-SP mostra que o número de processos no ano passado subiu para 13.399, frente aos 5.111 registrados em...

Quer receber todas as novidades da MB7?

Assine nossa news e receba diretamente no seu email.




Deixar um Comentário